Ser humano é como ser uma hospedaria






descargar 228.27 Kb.
títuloSer humano é como ser uma hospedaria
página3/8
fecha de publicación30.09.2015
tamaño228.27 Kb.
tipoDocumentos
m.exam-10.com > Biología > Documentos
1   2   3   4   5   6   7   8

Psalm 156 (extract)

How measureless your mind is, Lord;
It contains inconceivable worlds
And is vaster than space, than time.
If I ever tried to fathom it,
I would be like a child counting
The grains of sand on a beach.

Raleigh - O Mundo todo é um Palco

O que é nossa vida? Uma peça de paixão.
Nossa risada a música da divisão.
Que o ventre de nossas mães sejam os camarins
aonde somos vestidos para esta curta comédia.
O céu é este judicioso e perspicaz espectador,
que se senta e marca inclusive
quem leva a mal seu ato.
Nossas covas, que nos escondem do sol buscador,
são como cortinas abaixadas
quando a peça se encerra.
Assim caminhamos, encenando,
até nosso descanso último.
Sozinhos morremos seriamente, isso não é brincadeira.

Raleigh - All the World’s a Stage

What is our life? A play of passion,
Our mirth the music of division.
Our mother’s wombs the tiring-houses be,
Where we are dressed for this short comedy.
Heaven the judicious harp spectator is,
That sits and marks still who doth act amiss.
Our graves that hide us from the searching sun
Are like drawn curtains when the play is done.
Thus march we, playing, to our latest rest.
Only we die in earnest, that’s no jest.

Wilhelm Reich - A Natureza Humana

Os seres humanos vivem emocionalmente na superfície, com sua aparência superficial... Para chegar ao cerne, onde se encontra o natural, o normal, o saudável, você precisa passar pela camada do meio. E na camada do meio há terror. Há terror severo. Não apenas isso, há homicídio lá... antes de poder chegar ao cerne, você precisa encontrar a raiva, o terror, o homicídio. Todas essas guerras, todo o caos atual (1952) – você sabe o que é isso para minha mente? A humanidade está tentando chegar ao seu cerne, ao seu cerne saudável, seu cerne vivo. Mas antes de poder ser alcançado, a humanidade precisa passar por essa fase de homicídio, matança e destruição. O que Freud chamou de instinto destrutivo está na camada do meio. Um touro se torna raivoso e destrutivo quando está frustrado. A humanidade também é assim. Isto significa que, antes de você poder chegar à coisa verdadeira – ao amor, à vida, à racionalidade – você precisa passar pelo inferno.

Wilhelm Reich - You must pass through hell

Human beings live emotionally on the surface, with their surface appearance....In order to get to the core where the natural, the normal, the healthy is, you have to get through that middle layer. And in the middle layer is terror. There is severe terror. Not only that, there is murder there.... Before you can reach the core, you must encounter hate, terror, murder. All these wars, all the chaos now (1952) - do you know what that is to my mind? Humanity is trying to get at its core, at its healthy, living core. But before it can be reached, humanity has to pass through this phase of murder, killing and destruction. What Freud called the destructive instinct is in the middle layer. A bull is mad and destructive when it is frustrated. Humanity is that way too. That means that before you can get to the real thing - to love, to life, to rationality - you must pass through hell.

Rilke - Eu Vivo Minha Vida

Eu vivo minha vida em crescentes órbitas
que se movem por sobre as coisas do mundo.
Talvez eu nunca possa atingir as últimas
mas esta será minha tentativa.
Estou circulando ao redor de Deus,
ao redor da torre antiga.
E tenho estado circulando por mil anos
e ainda não sei se sou um falcão ou uma tempestade, ou uma grande canção.

Rilke - I live my life in growing orbits

I live my life in growing orbits
Which move out over the things of the world.
At times I think I will never achieve the ultimate
But that shall nevertheless be my aim.
I am circling around God
Around the ancient tower
And I have been circling for a thousand years
And I still don’t know if I am a falcon, or a storm
Or some great song

Sanai - A boa escuridão

Há grande prazer na escuridão.
Aprofunde-o.
As vergonhas que enrubescem
à meia luz
confundem,
mas um rosto queimado, escurecido
pode ir como um etíope,
ou como uma mariposa, que passa pela chama da vela,
aproximando-se de Deus.
Mais claro que qualquer lua, Bilal,
O Amigo Negro de Maomé,
foi sua sombra durante a jornada noturna.
Mantenha seu segredo mais profundo escondido
no escuro, abaixo do desvendar da luz pelo dia
e do véu da noite que se expande.
O que quer que lhe seja dado por aqueles dois
é para seus desejos. No final, eles envenenam.
No mais profundo, onde seu rosto
é apagado, onde a água da vida flui silenciosamente,
há uma prisão sem comida ou bebida,
e sem nenhuma regra moral, que se abre para um jardim
onde só há Deus. Não há Self,
apenas a palavra da criação, SER.
Você que está me ouvindo, enrole o tapete,
do tempo e espaço. Vá para o além,
para a palavra única.
Na cegueira, receba o que digo.
Leve “O bem não existe....”
para sua riqueza e sua força.
Deixe que o “Nada existe...” seja
uma sabedoria amorosa em seu vinho.

Sanai - The Good Darkness

There is great joy in darkness.
Deepen it.
Blushing embarrassments
In the half light
Confuse,
But a scorched, blackened face
Can laugh like an Ethiopian,
Or a candle moth,
Coming closer to God.
Brighter than any moon, Bilal,
Muhammed’s Black Friend,
Shadowed him on the night journey.
Keep your deepest secret hidden
In the dark beneath daylight’s
Uncovering and night’s spreading veil.
Whatever’s given you by those two
Is for your desires. They poison,
Eventually. Deeper down, where your face
Gets erased, where life-water runs silently,
There’s a prison with no food and drink,
And no moral instruction, that opens on a garden
Where there’s only God. No self,
Only creation-word, BE.
You, listening to me, roll up the carpet
Of time and space. Step beyond,
Into one word.
In blindness, receive what I say.
Take “there is no good…”
For your wealth and your strength.
Let “there is nothing…” be
A love-wisdom in your wine.

Seng-ts’an - A doença da mente

O Grande Caminho não é difícil,
para os que não têm preferências.
Quando o amor e o ódio estão ausentes,
tudo se torna claro e desmascarado.
Faça, contudo, a mínima distinção,
e o céu e a terra serão separados infinitamente.
Se você deseja ver a verdade,
então não tenha opiniões a favor ou contra nada.
Agrupar o que você gosta contra o que não gosta
é a doença da mente.
Quando o profundo significado das coisas não é entendido,
a paz essencial da mente é perturbada sem proveito algum.

O Caminho é perfeito como o vasto espaço
onde nada falta e nada está em excesso.
De fato, é devido à nossa escolha de aceitar ou rejeitar
que não vemos a verdadeira natureza das coisas.
Não viva no emaranhado das coisas externas,
nem nos sentimentos internos de vazio.
Sinta-se sereno na unidade das coisas
e tais visões errôneas desaparecerão por si mesmas.
Quando tentas parar a atividade para alcançar a passividade
o próprio esforço lhe inunda de atividade.
Enquanto você permanecer em um extremo ou noutro
você nunca conhecerá a Unidade.

Seng-ts’an - The Disease of the Mind

The Great Way is not difficult
For those who have no preferences.
When love and hate are both absent
Everything becomes clear and undisguised.
Make the smallest distinction, however,
And heaven and earth are set infinitely apart.
If you wish to see the truth
Then hold no opinions for or against anything.
To set up what you like against what you dislike
Is the disease of the mind.
When the deep meaning of things is not understood
The mind’s essential peace is disturbed to no avail.

The Way is perfect like vast space
Where nothing is lacking and nothing is in excess.
Indeed, it is due to our choosing to accept or reject
That we do not see the true nature of things.
Live neither in the entanglements of outer things,
Nor in inner feelings of emptiness.
Be serene in the oneness of things
And such erroneous views will disappear by themselves.
When you try to stop activity to achieve passivity
Your very effort fills you with activity.
As long as you remain in one extreme or the other
You will never know Oneness.

Shelley - O Uno permanece

O Uno permanece, os muitos mudam e passam;
luz do céu brilha para sempre, as sombras da Terra voam,
A vida, como uma cúpula de muitos vidros coloridos,
Mancham a branca radiância da eternidade…
Flores, ruínas, estátuas, música, palavras, são fracas
A glória que eles transfundem com própria verdade para falar.

Shelley - The One remains

The One remains, the many change and pass;
Heaven’s light forever shines, Earth’s shadows fly
Life, like a dome of many colored glass,
Stains the white radiance of eternity…
Flowers, ruins, statues, music, words, are weak
The glory they transfuse with fitting truth to speak.

Shakespeare - Nossa diversão chegou ao fim

Nossa diversão chegou ao fim. Esses nossos atores,
como lhe antecipei, eram todos espíritos e
dissolveram-se no ar, no ar vazio
E, tal qual as construções infundadas dessa visão,
As torres, coronados pelas nuvems, os palácios deslumbrantes,
Os templos solenes, e o próprio grande Globo,
Sim, tudo que ele herda, se dissolverá
E como este cortejo suntuoso insubstancial morecedo
Não deixe para trás nenhum restas. Nós somos feitos
Com o mesmo substancia que nossos sonhos,
E nossa pequena vida e envolvida por um sono.

Shakespeare - Our revels now are ended

Our revels now are ended. These our actors,
As I foretold you, were all spirits and
Are melted into air, into thin air;
And, like the baseless fabric of this vision,
The cloud-capped tow’rs, the gorgeous palaces.
The solemn temples, the great globe itself,
Yea, all which it inherit, shall dissolve,
And, like this insubstantial pageant faded,
Leave not a rack behind. We are such stuff
As dreams are made on and our little life
Is rounded with a sleep.

Shaw - O Verdadeiro Júbilo na Vida

Este é o verdadeiro júbilo na vida, ser usado para um propósito ser reconhecido por você como grandioso; ser uma força da natureza ao invés de um tolo febril carregado de indisposições e aflições reclamando que o mundo não se dedica à sua felicidade. Sou da opinião de que minha vida pertence à comunidade e enquanto eu estiver vivo é privilégio meu fazer por ela o que estiver ao meu alcance.

Quero ter sido completamente usado quando chegar minha morte, pois quanto mais trabalho mais vivo. Regozijo na vida por si mesma. A vida não é uma vela efêmera para mim. É um tipo de tocha esplêndida que estou segurando no momento, eu quero fazê-la queimar o mais reluzente possível antes de passá-la às gerações futuras.

Shaw - The True Joy in Life

This is the true joy in life, the being used for a purpose recognized by yourself as a
mighty one; the being a force of nature instead of a feverish clod of ailments and
grievances complaining that the world will not devote itself to making you happy.
I am of the opinion that my life belongs to the community and as long as I live it is
my privilege to do for it whatever I can.
I want to be thoroughly used up when I die, for the harder I work the more I live. I
rejoice in life for its own sake. Life is no “brief candle” to me. It is a sort of splendid
torch that I have got hold of for the moment, and I want to make it burn as brightly
as possible before handing it on to future generations.
1   2   3   4   5   6   7   8

similar:

Ser humano é como ser uma hospedaria iconA depressão pode ser conceituada como uma alteração do estado de...

Ser humano é como ser uma hospedaria iconLa salud (del latín salus, -ūtis) es un estado de bienestar o de...

Ser humano é como ser uma hospedaria iconEsta Obra se la Dedico a Dios, quien es el ser supremo que le concede...

Ser humano é como ser uma hospedaria iconEl deseo de procrear es un instinto natural de todo ser viviente...

Ser humano é como ser uma hospedaria iconLa educación como un proceso de construcción desde el interior y...

Ser humano é como ser uma hospedaria iconSin duda alguna, lo más valioso que tenemos en la vida es la salud,...

Ser humano é como ser uma hospedaria iconLa hipersexualidad o adicción al sexo es el deseo de mantener un...

Ser humano é como ser uma hospedaria iconResumen La violencia, como algo inherente e inevitable en ser humano,...

Ser humano é como ser uma hospedaria iconNunca antes como ahora, habían sido tan importantes los aromas para...

Ser humano é como ser uma hospedaria iconEste aviso describe cómo la información sobre usted puede ser utilizada...






© 2015
contactos
m.exam-10.com